segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Rm 6: A conversão começa na morte

Muitas são as vezes que vou escrever sobre algum texto e então me surpreendo com alguns princípios que passaram batidos nas leituras anteriores. Romanos 6 é um desses casos.

Paulo diz que todos os que foram batizados em Cristo foram batizados na sua morte (6.3). E que também, os batizados na morte de Cristo garantem que à semelhança da sua ressurreição, ressuscitarão (6.5). E o paralelo é muito interessante: uma vez mortos, não somos mais assolados pelo pecado, certo? Ou você já viu algum morto pecando? E, como morremos com Cristo, assim também ressuscitamos com ele, mas dessa vez sem que o pecado domine sobre nós (6.6-14).

Este texto tão simples e esclarecedor nos traz um ensinamento básico da fé cristã, mas aqui muito bem ilustrado: não é possível um cristão verdadeiro viver praticando o pecado, pois para ele é como se estivesse morto. João concorda com isso em sua primeira carta, com uma expressão também muito clara:

"Aquele que é nascido de Deus não vive na prática do pecado, porque a semente de Deus permanece nele; não pode continuar pecando, porque é nascido de Deus".
I Jo 3.9

Nossa vida deve ser revista com base nesse texto. Se temos servido ao pecado, deixando que ele domine sobre nós (6.12), pode ser que tenhamos que revisitar a cruz e termos certeza de que ficaremos pregados lá. Assim, estaremos prontos para viver para Deus, livres do pecado.

Nenhum comentário: