quarta-feira, 5 de outubro de 2011

At 8: Filipe: outro exemplo excelente

Estevão foi alguém exemplar, por fazer de uma tarefa simples a porta para um ministério poderoso e excelente. Com a simples responsabilidade de distribuir alimentos, junto com outros 6 irmãos, este homem fez muitos milagres, testemunhando a Cristo com poder e determinação tais que lhe renderam acusações falsas, gerando sua morte.

Filipe era um dos seis companheiros de Estevão. O livro de Atos somente fala detalhes destes dois membros desse grupo. Estevão nos capítulos 6-7 e Filipe no capítulo 8. Nenhum deles aparece novamente no livro, somente nestes trechos. Mas o exemplo deixado por ambos, ainda que de forma sucinta, está bem claro.

Muitos irmãos pensam que determinadas responsabilidades cabem ao pastor da igreja, como orar por quem está doente, visitar o necessitado, suprir o que tem determinada falta, etc. A primeira carta de Pedro, dentre outras passagens, nos diz que todos os cristãos foram feitos sacerdotes por causa do sacrifício de Cristo. Ou seja, devido ao sacrifício de Cristo, sumo sacerdote eterno, todos temos acesso a Deus sem a necessidade de qualquer mediador que não o próprio Cristo (I Pe 2.5-9).

Filipe, assim como Estevão e muitos irmãos da igreja primitiva, entendiam que carregavam consigo a responsabilidade da pregação do Evangelho. E pregar o Evangelho incluía levar todo o poder que ele traz consigo: expulsar os demônios dos oprimidos, curar os enfermos, levar boas notícias aos desiludidos. Tudo isso, onde é manifesto o poder de Cristo e do Evangelho, seguia Filipe. At 8.6-8 diz que as multidões o ouviam unanimemente, pois viam e ouviam os sinais que ele fazia. Muitos eram curados, libertos e grande alegria foi levada à cidade de Samaria, onde ele pregava.

Cada cristão é um sacerdote, um instrumento, um condutor que orienta o pecador até Cristo. Não se é possível ser um cristão verdadeiro sem testemunhar o Evangelho. Se somos membros de alguma igreja, nos dizemos cristãos e não lembramos a última vez que pregamos o Evangelho para alguém, temos que rever algo na nossa fé.

Assim como Filipe e Estevão, assumamos a responsabilidade que nos cabe. Como cristãos temos o dever de anunciar o Evangelho e o Espírito Santo nos foi dado justamente para capacitar-nos a executar tal tarefa. Portanto, caso nos falte ousadia, motivação ou ainda caso nos sobre qualquer limitação, coloquemos diante de Deus. Ele é o maior interessado em nos ver frutificando e certamente cuidará de cada um de seus ramos para que isso aconteça.

Nenhum comentário: