quarta-feira, 28 de setembro de 2011

At 2: Divisão em Babel, união no Pentecostes

O texto de Atos 2.1-13 é um dos mais famosos da Bíblia. Conta sobre o dia de Pentecostes, quando o Espírito Santo manifestou-se pela primeira vez de forma permanente na vida dos discípulos de Jesus. A partir de então, todos os que recebem a Cristo recebem seu Espírito, pois foi o próprio Jesus quem o enviou (At 1.4-8).

Chama-me a atenção a característica da primeira manifestação do Espírito Santo. Todos os que ali estavam reunidos, diz o texto, começaram a ouvir os demais em sua própria língua natal, mesmo sendo de nacionalidades e idiomas diferentes. Cada um entendia perfeitamente o que o outro falava (At 2.6-11).

Este fato é um contraponto à famosa torre de Babel. Naquela ocasião, o povo quis construir uma torre que chegasse tão alta quanto Deus. Era uma prova inegável de seu orgulho e prepotência, querendo ser tão grande quanto o Senhor, repetindo o erro de Lúcifer. Naquela ocasião o Senhor lhes confundiu a língua, de forma que ninguém entendia o que era dito pelo outro.

Neste momento, o Senhor faz justamente o contrário. O Espírito Santo unifica as línguas, passando todos a ouvirem aos demais em seu próprio idioma. E esta é uma das maiores características do cristão: ele vive em unidade, de acordo com a vontade do Espírito. Se estamos vivendo como o Espírito Santo nos orienta, não teremos problemas de relacionamento em nossa vida, pois o Espírito nos leva a ter paz com todos.

O Espírito Santo é capaz de transformar qualquer situação de maldição em bênção; de tristeza em alegria; de choro em riso; de conflito em paz. Reflitamos sobre nossos relacionamentos, sobre a forma como lidamos com vizinhos, amigos, parentes. Principalmente aqueles que não conhecem o Senhor. Será que conseguimos, com a ajuda do Espírito Santo, falar a mesma língua que eles, para sermos entendidos e trazê-los a Cristo?

Oremos e busquemos a Deus para que isso seja possível. Que o Senhor nos dê a unidade promovida pelo seu Espírito. Pois muitas vezes não falamos sequer a língua do nosso irmão em Cristo... Que dirá alguma através da qual alguém entenda e venha seguir a Jesus?

Nenhum comentário: