sexta-feira, 19 de agosto de 2011

I Jo 1.1-3: Como ser motivado ministerialmente

Hoje começo os devocionais sobre a primeira carta de João, para seguirmos refletindo sobre os textos deste autor sagrado. Vamos começar nossa reflexão nos primeiros 3 versos da carta:

"O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam, a respeito do Verbo da vida (pois a vida foi manifestada, e nós a temos visto, e dela testificamos, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e a nós foi manifestada); sim, o que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que vós também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo."

João descreve nesses versos que conheceu Jesus fisicamente. Pôde vê-lo, tocá-lo, ouvi-lo, e por isso anunciava suas palavras, para gerar nos seus ouvintes comunhão com eles e com Deus. João anunciava o evangelho por ter conhecido Jesus. E o Apóstolo amado o conheceu ao máximo. Enquanto lhe era possível, desenvolveu uma comunhão íntima e profunda com o Senhor. Tornou-se, dos doze, o mais próximo do Mestre.

Se tivermos, assim como João, uma experiência real com Cristo, conheceremos e anunciaremos sua Palavra. Se soubermos desenvolver nossa comunhão com ele, uma vez que o próprio Jesus nos chama a isso, anunciaremos o que ele nos ensinou/ensina e levaremos outros à mesma comunhão.

Poderia explorar os outros versos da capítulo, mas isso foi feito em outro post. Por hora, saibamos que seremos motivados ministerialmente se nos relacionarmos com o Senhor. Ele nos levará a cumprir sua vontade de forma natural, prazerosa. Com um sentimento de gratidão acima do de dever, pois é impossível nos relacionarmos com ele e não querermos nos dedicar à sua causa.

Nenhum comentário: