quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Cuidado e amor de Deus + oração = livramento e provisão

Livro de Êxodo. A história é conhecida: o povo de Israel está habitando no Egito e se tornando cada vez mais forte e numeroso. O rei que bem os havia acolhido por causa de José morre e o seu sucessor escraviza o povo, com medo de eles se rebelarem contra sua nação. Então, Deus levanta Moisés para libertar o povo, o que acontece depois de muita água debaixo da ponte...

Esse é o menor e mais incompleto resumo de Êxodo que você já leu, provavelmente. Mas retomo apenas o básico para nos introduzir ao ponto que destaco abaixo.

Os versos 2.23-25 dizem:

"Depois de muitos dias, morreu o rei do Egito. Os filhos de Israel gemia sob a servidão, e por causa dela clamaram, e o seu clamor subiu a Deus. Ouviu Deus o seu gemido, e se lembrou da sua aliança com Abraão, com Isaque e com Jacó. Atentou Deus para os filhos de Israel e os conheceu".

De forma semelhante, diz o verso 3.7:

"De fato tenho visto a aflição do meu povo, que está no Egito, e tenho ouvido o seu clamor por causa dos seus opressores, e conheço os seus sofrimentos".

Os elementos que formam a equação do título deste texto estão muito bem presentes na situação de Israel agora. Os textos acima dizem que o povo sofria, então clamou e foi ouvido pelo Senhor. Deus tinha uma aliança com esse povo e se lembrou dela (não que ele tivesse se esquecido, mas entenda o que o autor quis dizer), olhando para Israel e os conhecendo. O caminho que Israel percorreu ou pelo qual foi conduzido pelo Senhor, nos ensina muito.

Primeiro, com a oração motivada pelo sofrimento. Apenas sofrer não muda a situação de ninguém. Mas orar por causa do sofrimento chama a atenção de quem pode resolver nosso problema.

A forma como o Senhor reage ao sofrimento e ao clamor de Israel nos mostra como ele se importa conosco. Os textos dizem que ele atentou para o sofrimento do povo, viu o seu sofrimento. E que os conheceu, envolveu-se com eles. O verso 3.8 diz que o Senhor estava a caminho de livrar o povo do Egito e conduzi-los a um lugar muito melhor. O Senhor os livraria do Egito e providenciaria algo melhor.

O Senhor se importa conosco e cuida de nós. Vê pelo o que passamos e, ao ouvir nossa oração, apressa-se em nos livrar. Precisamos saber que Deus age dessa forma. Caso contrário, passaremos por muitas situações nas quais poderíamos contar com sua ajuda sem fazê-lo.

Encerro lembrando de uma canção antiga, que o Pr. Lucinho Barreto sempre gosta de citar, que diz: "Oh, que paz perdemos sempre! Oh, que dor no coração! Só porque nós não levamos tudo a Deus em oração".

Na dificuldade, clamemos a Deus. Deixemo-lo conhecer, através do nosso clamor e oração, o que nos aflige. E então veremos seu cuidado e amor ao nos livrar.

Nenhum comentário: