quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Certeza da salvação

João encerra sua primeira carta deixando claro aos seus destinatários que eles possuem a vida eterna. E a evidência disso é tão simples, que chega a nos fazer questionar: "mas só precisa disso mesmo para ser salvo, para ter a vida eterna?"

João diz que "todo aquele que crê que Jesus é o cristo é nascido de Deus" (5.1) e que "quem crê no Filho de Deus, em si mesmo tem o testemunho (...) e o testemunho é este: Deus nos deu a vida eterna, e esta vida está em seu filho". Assim, se cremos em Jesus, sabemos que temos a vida eterna.

Então parece ser fácil demais. Talvez alguém diga que conhece um monte de pessoas que creem em Jesus mas que vivem praticando o pecado; que creem em Jesus mas não conseguem caminhar com ele; que o fazem mas decidem por não segui-lo agora. E aqui cometemos um grande engano.

Muitos banalizaram a fé. É necessária a certeza de que crer em Jesus, como João está dizendo, é saber quem ele realmente é, reconhecê-lo como Cristo, Filho de Deus, salvador do mundo. É não ter engano quanto à sua pessoa e obra. Se alguém crê que Deus pode fazer todas as coisas, não está crendo em Jesus. Se sua fé se resume a isso ou à expectativa de que Jesus lhe dê uma vida melhor ou mesmo a vida eterna, não está crendo em Jesus de verdade.

Talvez pensemos que "só" crer em Jesus seja pouco. Mas na verdade, João pode estar dizendo uma coisa e estamos entendendo outra. Crer em Jesus não é reconhecer sua potencialidade e/ou ter expectativas sobre ele. Mas saber quem ele é, tê-lo conhecido assim como João diz no início da sua carta que o conheceu. Reconhecer sua grandeza e poder e ao mesmo tempo nossa insignificância e incapacidade, que nos faz depender dele.

Crer em Jesus é saber que ele é Deus, soberano, justo, bom, que em suas mãos o Pai confiou todas as coisas. E saber que somos a ele sujeitos, somos pecadores, maus e que dependemos da sua graça para sermos salvos - e não para recebermos o que queremos, somente. Crer em Jesus é conhecê-lo de verdade. E quem o conhece não consegue deixar de crer nele. Pois sua graça e amor são irresistíveis.

Se assim cremos nele, podemos estar certos de que temos a vida eterna.

Nenhum comentário: