terça-feira, 19 de julho de 2011

Servindo seguros

Para exercermos um ministério eficaz precisamos estar seguros de que fazemos o que Deus quer de nós. Somente essa segurança em Deus nos dará ousadia e, se estivermos seguros com razão, receberemos do Senhor autoridade, poder e unção.

O Apóstolo Paulo, na 1ª carta aos Tessalonicenses, diz que havia lhes pregado o evangelho com poder, através do espírito santo e em plena convicção (I Ts 1.5). Ainda, estava certo de que sua postura com os irmãos daquela cidade havia sido santa, justa e irrepreensível (2.10).

Os motivos que lhe garantiam tanta segurança, mesmo os que se restringem apenas ao seu texto aos tessalonicenses, são numerosos o suficiente para não caberem aqui. Um exemplo simples, é o fato de ele (juntamente com seus companheiros na ocasião, Silvano e Timóteo) ter trabalhado com dedicação e sem outras pretensões que não o ganho espiritual de seus discípulos: trabalharam muito para se sustentarem com o próprio salário e não gerarem custos aos irmãos, ainda que podendo fazê-lo (2.6, 9).

Devemos seguir o exemplo de Paulo e buscarmos o que precisamos para trabalhar seguros para o Senhor. Oração, leitura da Palavra, jejum, direcionamento, um coração puro e livre de segundas intenções.

"O mesmo Deus de paz vos santifique completamente. E todo o vosso espírito, alma e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Fiel é o que vos chama, o qual também o fará"
I Tessalonicenses 5.23-24

Nenhum comentário: