sexta-feira, 14 de setembro de 2007

O por quê do meu (e do nosso) esforço

"Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, porque no além, para onde tu vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma."

Eclesiastes 9:10.



É por Ele que eu me esforço

Por que não poderia ser tão ingrato
Diante de tão grande amor
Não poderia deixar de ver os frutos
De tão sublime paz
Muito menos negligenciar
Tão grande salvação

É por isso que eu me esforço

Para que o perdido O encontre
E Ele encontre o seu coração
Para que o ferido ache a Cura
E o cansado o seu alívio
Para que o cego veja a Luz
O manco ache apoio
E o louco receba a sensatez

É por isso que eu me esforço

Para que o culpado ache perdão
Para que o preso seja livre
Para que o quebrantado encontre alegria
E para que o decepcionado volte a sorrir
Para que a mentira perca seu principado
E para mostrar a um mundo enganado
Que Ele é a procurada verdade

É por isso que eu me esforço

Para que não seja vão o meu suor
Para que eu não persiga o vento
Vendo-o como um tesouro
Para que a porta da redenção
Não se feche para mim
Para que minhas lágrimas sejam secas
Por quem conhece a causa do meu choro.
É por isso que eu me esforço

Me esforço, pois sei que verei naquele dia
O tropeçar do próprio escândalo
O desvario da própria loucura
A desilusão da própria mentira
Verei o engano deixar de enganar
O tropeço não mais fazer cair
E a cura do meu Senhor se manifestar

É por isso que eu me esforço

É por tudo isso que eu me esforço
Para ser digno da minha coroa
Para receber o tão esperado abraço do Pai
Para ver de perto o olhar mais amoroso
Sentir o abraço mais apertado
Conhecer a luz mais alumiadora
E desfrutar do mais puro e imenso amor

Me esforço com orgulho e prazer
Pois naquele olhar vou encontrar
Todas as respostas das minhas questões
Toda a liberdade das minhas cadeias
Todo o bálsamo para as minhas feridas
Todo o gozo para o meu pranto
E a satisfação total dos meus anseios

Até o grande dia vou me esforçar

E sei que valerá a pena
Pois na beleza daquele tão doce olhar
Vou ver o salário do meu trabalho
O descanso para a minha alma
O cumprimento da minha carreira
E a recompensa agraciadamente maior
Para a minha vida de dedicação.

A Ele seja o louvor, a glória e o nosso esforço.

Amém.