quinta-feira, 1 de março de 2007

O meu céu

“Olho nenhum viu, ouvido nenhum ouviu, mente nenhuma imaginou o que Deus preparou para aqueles que o amam.”
I Cor 2:9

Gastei muito tempo pensando sobre como seria o céu. Nunca pensei que pudesse ser um lugar realmente bom até me converter, quando passei a crer que o seria. Mas, quando me deliciei com o texto acima, descobri nele uma das poucas vezes em que a ignorância pode mesmo ser uma benção, e comecei a ver o céu como um lugar muito bom.
Se, à devida altura meu olho não viu, meu ouvido não ouviu, meu coração não cogitou e Deus já preparou, estou deixando de tentar descobri-lo e passo a idealizá-lo.
Isso mesmo: passo a idealizar o meu céu. Ele será mais ou menos assim: Nunca, no céu para o qual eu vou, haverá pessoas com problemas de relacionamento, todas se darão muito bem. Nenhuma delas jamais ouvirá funk, pois, já que sou eu quem idealiza este paraíso, escolho também os gostos dos meus vizinhos (já que é pra imaginar, façamos direito, né!?). Do bebedouro da praça sairá milk-shake de açaí do Eddie’s – e isso vai ter no céu do Allan Lana também. Haverá no meio da cidade um rio de Coca-Cola, que fluirá sem que a Coca perca seu gás; será maravilhoso. Todas as noites ouviremos música boa. As mais simples serão tocadas pelo Lenine e pelo Chris Martin. Pela manhã, louvores a Deus com a harmonia mais perfeita do universo... Nunca mais se ouvirá “música gospel”. Aleluia!
Com tudo isso, amigos, ainda digo que não serei de forma alguma frustrado.
Pelo texto acima e por outros que se referem ao mesmo assunto na Bíblia (Apocalipse 7:14-17 e 21:2-4, por exemplo), entendo que por mais que eu pense em um lugar muito bom, o que Deus preparou superará em muito as minhas expectativas. E digo ainda, que se o lugar em que eu passar a eternidade for melhor do que um paraíso com um rio de Coca e boa companhia, será muito bom mesmo! E ainda viverei pra sempre com um Deus perfeito, que será um amigão íntimo e sempre presente, com quem conversarei sobre tudo. Perfeito.
Bom, convido você a vir para este céu. Mas o seu céu será diferente do meu, claro. Você pode preferir um bebedouro com suco de laranja. Mas, antes de embarcar para lá, compre sua passagem com o Mestre. Cristo é o único que pode dar-te o passaporte, e o melhor: é de graça.

“Quem tiver sede venha; e quem quiser, beba de graça da água da vida.”
Ap 22:17